28 de abr de 2014

Cinco Fotos: Sagres

Um Bar no Fim do Mundo
Além de ser o nome de uma "escola" e de uma das duas grandes marcas de cerveja de Portugal, Sagres também é uma vila no extremo sul lusitano, conhecida por ser a última cidade antes do que foi conhecido por mais de um milênio como "o fim do mundo" e hoje é tido apenas como o ponto mais a sudoeste da Europa. Estive lá há exato um ano com a Carla Nascimento e o Ricardo Bomfim, em uma das viagens mais incríveis que já fiz: em um sábado à tarde, andamos por sete quilômetros por uma estrada que nada tinha apenas além de incríveis vistas para o mar, como se estivéssemos em um filme iraniano de baixo orçamento. 

Tudo para chegar à ponta do continente, o Cabo de São Vicente, tentando ficar mais perto e matar a saudade daqueles que estavam em Além-Mar. Na ida, fomos a pé (era isso ou ir de táxi, mas não tinha táxi), mas na volta pegamos carona com um casal de velhinhos alemães que mal falavam inglês - e pra completar tomamos uma Sagres em Sagres, num clichê inception besta. Ir até a vila é um trampo: primeiro, precisa-se ir até Lagos, e de lá, pegar um ônibus para Sagres, que demora mais ou menos uma hora, tem poucos horários e volta cedo. Mas tá entre os lugares mais incríveis que eu já fui, e não tem mês que não dá vontade de largar tudo e ir pra lá de novo.


"Dê-me duas velhinhas e eu te dou a história do mundo"
Mar à Vista
Vila
Cabelo ao Vento

Nenhum comentário:

Postar um comentário