17 de fev de 2012


Completando 10 anos, o grupo Cérebro Eletrônico resolveu comemorar fazendo um show na choperia do SESC Pompeia (um dos lugares mais legais de São Paulo) cheio de convidados especiais. A bem da verdade, é preciso dizer que o clima era mais de festa do que de apresentação - em pelo menos metade das músicas o vocalista Tatá Aeroplano jogava confetes e papel picado no palco ou na plateia, e na última canção pré-bis do show, a balançada "Desquite" -  que tem em seu DNA a influência do Grupo Rumo - um número de pelo menos quinze pessoas ocupava o palco, dançando e berrando a letra. 

Em tom de retrospectiva, a banda mostrou músicas de seus três discos: o semi-desconhecido Onda Híbrida Ressonante, de 2003, e os bacanudos Pareço Moderno, de 2008, e Deus e o Diabo no Liquidificador, de 2010. No palco, o Cérebro não tem a mesma força que tem em suas gravações - um pouco pelos arranjos muito bem construídos, um pouco pela insegurança de Tatá -, mas é preciso dizer que eles têm pelo menos três canções que merecem ser vistas ao vivo: a esperta "Dê" (no link, em show de 2009, com a participação do Vanguart), "Pareço Moderno" e a baladaça "Cama", com seu tom roberto-odairjoséano e um refrão incrível: "Eu só saio dessa cama/quando você disser decidida/que me ama". (Eu ainda acrescentaria a essa lista outra baladona fudida, "Sérgio Sampaio", que não foi tocada no SESC Pompeia). Fiz algumas fotos do show - as mais bacanas tão lá no flickr. E até semana que vem. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário