4 de mar de 2012

Pra Desabrochar


Mais dois vídeos do show que rolou na USP nessa quarta feira - duas das participações de Tulipa Ruiz no show da Isca de Polícia, banda que seu pai Luiz Chagas integrou nos anos 80. (Ele era um dos guitarristas da gravação do disco As Próprias Custas, lançado pela banda liderada por Itamar Assumpção em 1982, por exemplo).  Aí em cima, ela canta "Não Vou Ficar", clássico de Tim Maia que Roberto e o próprio Itamar gravaram, seguida da faixa-título de seu primeiro disco, "Efêmera".

O sucessor de Efêmera é um dos discos mais aguardados a serem lançados nesse 2012. Batendo um papo com Luiz Chagas depois do show, ele comentou que a cantora deve entrar em estúdio no próximo mês (na quinta, a agenda de shows de Tulipa foi divulgada, sem apresentação nenhuma em abril) e que o disco deve sair no segundo semestre, provavelmente em setembro, para seguir os conformes do edital da Natura. 

Tulipa ainda cantou "Nego Dito" com a Isca de Polícia, no final do show protesto, transformando a frase "e se chamar a polícia/a boca espuma de ódio" em um perspicaz mote sobre o momento da Universidade. Vale esperar ver como essa flor vai desabrochar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário